quarta-feira, 16 de junho de 2010

Auto Reflexão- Poema pessoal


Aflita, inquieta e destemida
Ativa, complexa e faminta
Por letras, sabores, verdades, rumores.

Nunca se contenta com o por enquanto, sempre aguarda por mais um tanto
Sabe que pode chegar onde quer, e não teme os que lhe são de pouca fé.

É feminina, forte e segura
É uma menina, mulher um tanto madura.
Vidrinho nem tão fácil de quebrar... Armadura nem tão simples de montar

As verdades que da boca dela saem, são em sua maioria, coisas que pouco falam os mortais
Resolveu encarar, do muro há tempos desceu
A cara dá a tapa, tanto que assim amadureceu.

Não vai adiantar tantos pensamentos negativos emanar
A força é tão somente dela, que ninguém conseguirá lhe arrancar.
Tão carente como qualquer outro de seus iguais... Tão única como todos os milhares
De fato alguém que sempre busca mais, não se prendendo nos bens materiais.

Ela anda, passa e vc prende a respiração. Ela dança, ameaça e prende sua atenção.

Nasceu de uma guerreira que se orienta pelas estrelas
E a mistura mais pura das tintas ele fez para tê-la.

Decidiu muito cedo que de sua própria vida iria cuidar
Incentivou muitos em seus objetivos acreditar.
Já não teme mais o que a vida lhe reserva, o que tiver que ser será
O importante é que ela continue emanando sempre, o máximo de suas energias positivas!

4 comentários:

  1. Que texto fod*! rs.
    Queria conseguir me descrever tão bem assim. Quem sabe, um dia quando eu me conhecer suficientemente bem, não é mesmo? rs.
    Eita menina que escreve bem!

    Beijos, Mel

    ResponderExcluir
  2. Tem um tal de "Black Alien" que diz em uma de suas passagens "Tirar foto é fácil, quero ver quem se retrata".
    Se retratar, se ver em terceira pessoa e acrescer no outro que é si mesmo, é se fazer existente, se entender e se confirmar com personalidade.
    Mesmo que que não fosse uma reflexão, a presença é forte e evidente...sinto um cheiro de perfume de pitanga nesse texto...

    Beijooo

    ResponderExcluir
  3. "Aflita, inquieta e destemida
    Ativa, complexa e faminta"

    Acho que nunca vi uma auto-descrição tão bem feita, consigo te enchergar em cada letra.
    Adimiro e me orgulho muito

    ResponderExcluir