quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Verdade seja dita!



Verdade seja dita
Você que não mova sua pica pra impor respeito a mim.
Seu discurso machista, machuca
E a cada palavra falha
Corta minhas iguais como navalha
NINGUÉM MERECE SER ESTUPRADA!
Violada, violentada
Seja pelo abuso da farda
Ou por trás de uma muralha
Minha vagina não é lixão
Pra dispensar as tuas tralhas

Canalha!

Tanta gente alienada
Que reproduz seu discurso vazio
E não adianta dizer que é só no Brasil
Em todos os lugares do mundo,
Mulheres sofrem com seres sujos
Que utilizam da força quando não só, até em grupos!
Praticando sessões de estupros que ficam sem justiça.

Carniça!
Os teus restos nem pros urubus  jogaria
Pq animal é bicho sensível,
E é capaz de dar reboliço num estômago já acostumado com tanto lixo

Até quando teremos que suportar?
Mãos querendo nos apalpar?
Olha bem pra mim? Pareço uma fruta?
Onde na minha cara ta estampado: Me chupa?!
Se seu músculo enrijece quando digo NÃO pra você
Que vá procurar outro lugar onde o possa meter

Filhos dessa pátria ,
Mãe gentil?
Enquanto ainda existirem Bolsonaros
Eu continuo afirmando:
Sou filha da luta, da puta
A mesma que aduba esse solo fértil
A mesma que te pariu!

24 comentários:

  1. Parabéns, você me representa! :D

    ResponderExcluir
  2. Linda poesia. Resistência, determinação, lutas...

    ResponderExcluir
  3. Guria fantástica! Força sempre! Que tudo o que está sendo conquistado em pequenos atos, valerá a pena por nossas vidas!

    ResponderExcluir
  4. Mandou bem hein.. Falou tudo..Maa força. =D

    ResponderExcluir
  5. Achei legal o texto, mas tuas palavras que demonstram ódio por aquele que comete o ato de estupro me fez parecer que o estuprador não tem mais direito a vida!
    Logo concluo que você é a favor da pena de morte nesses casos.
    Será que é essa a melhor solução?
    Será que este tipo de problema pode ser tratado dessa forma?
    Em seu próprio texto você ironiza, assim como Bolsonaro o fez!
    Será mesmo que Bolsonaro merece mesmo carregar toda a culpa sozinho?
    Acredito que foi uma ocorrência de fatos, se pegar só o que ele disse e analisar, é complicado, pois não seria justo, seria o mesmo que eu pegar parte de seu texto e o martirizar.
    Existe um contexto, quem começa a acusação infundada sobre o estupro é justamente a parte vitimizada, mas ninguém dá valor a isso. Qual seria o motivo?
    (Não sou bom com as palavras, não entendo bem de montar texto, por isso se caso você vier a me responder, estarei disposto a tentar explicar qualquer equivoco de minha parte, pois as vezes quando escrevo as coisas parecem fazer sentido mas para quem o lê o interpreta de outra forma)
    *De forma alguma estou querendo desmerecer tua obra, ficou legal, eu gostei, e minha critica é apenas essa ideia sobre a forma que julgam poucos sem julgar outros!
    Nossa tem um montão de coisa que eu queria escrever aqui mas me limitarei a isso...hehehe!
    Coloquei anônimo por preguiça de fazer login, mas meu nome é Leonaro Takeshita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, que viagem?!!! Um texto de repúdio ou até extravasando raiva e indignação são coisas totalmente diferentes do que ser a favor de pena de morte para estupradores... Não viaja interpretando coisa que não existe. Além disso, como é que resolve o problema dos estupradores? A grande maioria deles não sofre de nenhum problema psicológico e a grande maioria deles não tem distúrbio psicológico nenhum.

      Excluir
    2. Ai, enfia tuas conclusões na saco e cala a boca. Mimimi de guri, que saco.

      Excluir
    3. O cara não sabe nem escrever, pelo jeito também não sabe ler...

      Excluir
    4. Leonaro Takeshita, na boa............afff

      Excluir
  6. Amei o poema, resumiu bem esse idiota!!! #foraBolsonaro

    ResponderExcluir
  7. Olá.
    Gostei muito do seu texto. Principalmente pelo modo como conduz a assistência. Conduz à abrangência que tem esse tema: mundial.

    Mas me questiono quanto ao objetivo, talvez quase desnudo ao final. Ou confuso, para mim. Tudo bem. Gostei assim mesmo.

    Parabéns!

    Liberdade. Isso, nunca devemos permitir que se vá.

    Ah! Só pra ouvir outra opinião feminina:

    https://www.youtube.com/watch?v=K0Bnql8dTxU&feature=youtu.be

    ResponderExcluir
  8. ótimo poema ! e quem sair a defesa desse em noção machistoide , é melhor pesquisar bem antes, para nao votar no seu próprio torturador vende pátrias nas próximas eleições.

    ResponderExcluir
  9. Gostei muito da poesia. Quanto ao comentário do anônimo Leonaro pelo visto não entendeu. BOLSONARO representa hoje todo o MACHISMO , toda violência contra as mulheres. Na poesia fica explícito isto. A poesia é linda e democrática porque não impõe." NO POEMA E NAS NUVENS , CADA QUAL DESCOBRE O QUE QUISER VER - Helena Kolody POETISA PARANAENSE. Portanto deixo registrado que tocou nos pontos ncessários, mais que isto emocionou. Paz e luz na caminhada.

    ResponderExcluir
  10. Um viva a Maria Do Rosario que defende estupradores e bandidos, principalmente se for menor... E fora Bolsonaro que tentar criar projetos contra essa corja...

    ResponderExcluir
  11. Agora faz uma pra roubalheira q assola o país e dá um jeito de incluir o BNDES no meio pq tá vindo mais um escândalo aí.

    ResponderExcluir
  12. Amei a poesia, e faço das tuas palavras as minhas! Resumiu toda a revolta, que nós, mulheres ou não, sentimos (ou deveríamos sentir) contra o machismo e Bolsonaro!

    ResponderExcluir
  13. mulher, meu coração é teu! parabéns, força, muita força! tamo junta, sempre!

    ResponderExcluir
  14. Tom bastante forte, enérgico, mas necessário para estabelecer uma voz,uma posição de resistência, de garantia da representação feminina perante a sociedade humana (e mais, pormemoramente, brasileira). Não só li e texto como terminei de assistir à declamação do mesmo. És talentosa nas palavras, estás de parabéns. Estou admirado com tanta força e capacidade crítica tão contundente. Desejo tudo de bom em sua empreitada cultural, civil (política) e poética.

    ResponderExcluir
  15. Adorei o tom. Conheci a escrita de Mel no Canal Curta, onde declamou "Menina Melanina". Não tem papas na língua, fala sem meios termos e causa o impacto de uma porrada no cérebro de quem ouve. Dá gosto. Kkkkk.
    Escrevi um texto rápido sobre ela no meu blog: coletivosemponto.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. nossa que lixo esse textão não tem nada aver com poesia, cade o amor e a amizade... esse lixo expressa apenas ódio e rancor tenho pena de quem lê uma merda dessas e acha que é belo kaka

    ResponderExcluir
  17. Mel vc é demais. vou te procurar qdo for a SP! helousa buarque

    ResponderExcluir
  18. Poema ruim, não pela métrica ou algo em sua estrutura, mas a crítica nele, peca ao citar Bolsonaro, não que eu o apoie, sou imparcial, há coisas que eu concordo e outras que discordo, mas ele ser citado em um poema que está fundamentado contra o estupro, foi um erro. Essa é minha opinião. Qual a relação do Bolsonaro com estupro? Me expliquem, me ensinem!

    ResponderExcluir